Os 30 Melhores Projetos de K-Pop de 2021

POR SOUNDX STAFF; 17 de DEZEMBRO de 2021

Apresentando a lista dos melhores projetos de K-Pop de 2021, contando com AESPA, CHUNG HA, ENHYPEN, SHINee, TWICE e mais!


Em resumo, 2021 foi um ano de descobertas no K-pop, principalmente pelo domínio da quarta geração, na qual diversos grupos debutaram ou tiveram uma visibilidade grandiosa, como o aespa, ENHYPEN e TXT. Além deles, também tivemos a segunda e terceira geração, ambas marcadas pelos lançamentos do SHINee e do TWICE. Não distantes dos grupos, os solistas também fizeram um show a parte, principalmente com o destaque alcançado por nomes como Baekhyun, CHUNG HA, D.O. e DPR IAN. Dito isso, aqui estão listados os 30 melhores discos — divididos entre EPs e LPs — de K-Pop de 2021.


MO’ COMPLETE: HAVE A DREAM

30

Mesmo com os problemas que cercaram o grupo antes do lançamento do mini-álbum em relação, especialmente sobre a perda de um membro, a qualidade dos trabalhos de AB6IX parece não ter sido muito abalada pela saída de Youngmin, trazendo em MO’ COMPLETE: HAVE A DREAM um projeto extremamente satisfatório. As duas últimas músicas não se destacam tanto, fazendo elas se tornarem um pouco filler, mas ao mesmo tempo em que temos canções que pouco trazem algo de especial ao EP, temos também a sequência “HEADLINE”, “CLOSE” e “LULULALA”, as quais todas são faixas dançantes, divertidas e bem produzidas, que fazem com que MO’ COMPLETE: HAVE A DREAM seja um ótimo disco. — Davi Bittencourt

Ouça o disco aqui.


DIMENSION : DILEMMA

29

DIMENSION : DILEMA acaba tendo os méritos de uma obra intensa e significativa. É possível ver no ENHYPEN, um futuro promissor, principalmente depois de sentir o quão eles estão preparados para representar um novo período no K-Pop. — Matheus José

Ouça o disco aqui.


Lilac

28

Apesar de não chegar perto do nível de qualidade de outros projetos de sua discografia, como o Modern Times e o Palette, por conter algumas de suas piores canções, como “Celebrity”, em Lilac, a solista ainda traz um bom disco em que, mesmo tendo faixas fracas como a citada anteriormente, essas são a minoria, já que grande parte do álbum é composta por algumas das melhores músicas de K-Pop do ano, como a faixa- título, com produções e vocais surpreendentes; a divertida “Coin”; e a encantadora bossa-nova “Troll”. — Davi Bittencourt

Ouça o disco aqui.


Hot Sauce

27

Longe de ser apenas um sucesso comercial, Hot Sauce se destaca como um expoente no meio do K-Pop, justamente por conciliar dois aspectos bem pontuais: a qualidade e o sucesso. Partindo de um triunfo resultante da personalidade do grupo em criar melodias pegajosas e também, arrasar nas composições autorais, bem como as que são verdadeiros realces no disco, tipo “Rainbow”, uma das canções mais cuidadosas, principalmente por se tratar do carinho dos idols pelos fãs. Além disso tudo, é impossível não citar as peculiaridades que tornam o álbum ainda mais curioso, começando pela faixa- título, “Hot Sauce”, e a ótima sequência marcada por “Diggity”, “Dive Into You” e “My Youth”. — Matheus José

Ouça o disco aqui.


NEXT EPISODE

26

AKMU traz em NEXT EPISODE boas participações, nas quais uma grande parte delas consegue trazer algo de especial às canções, dando destaque à colaboração de IU em “NAKKA”. Fora isso, o duo também entrega produções ricas, em especial nas três primeiras músicas, e algumas letras profundas e complexas como a de “Hey Kid, Close Your Eyes”,  a qual pode ter várias interpretações diferentes: em uma delas, AKMU cantam sobre a guerra na perspectiva de uma criança e como isso é perturbador para elas. No início da canção eles descrevem o ambiente de um campo de guerra: “Look at the sky covered in ashes of gunpowder”. No refrão eles dizem para a criança fechar os olhos para se esquecer disso: “Hey kid, close your eyes”. Porém nem mesmo fechá-los deixa a criança mais calma, por ainda ouvir sons de pessoas gritando: “Once your ears stop ringing / There’s gonna bе screaming”. — Davi Bittencourt

Ouça o disco aqui.


Summer Queen

25

Após 4 anos de seu último mini-álbum e do viral “Rollin”, que deram à elas um maior reconhecimento do público da Coreia, o grupo retorna com Summer Queen, no qual, fazendo jus ao título, elas conseguem mostrar serem uma das rainhas do verão coreano de 2021, já que entregam um dos melhores lançamentos do ano que exploram a temática dessa estação. “Chi Mat Ba Ram” pode não ser a melhor faixa-título delas, porém, é uma canção cativante e divertida. Já as b-sides trazem algumas das melhores músicas delas como “FEVER” e “Pool Party”, as quais têm produções mais ricas e bem elaboradas que a música que dá título ao registro, se tornando os grandes destaques. — Davi Bittencourt

Ouça o disco aqui.


Happen

24

HEIZE traz um trabalho consistente, no qual todas as músicas se destacam, sem ter nenhum momento em que o ouvinte fique entediado ao ouvi-lo. Sua voz é algo a se enfatizar em Happen, seus vocais é algo surreal que deixam quem ouve o disco encantado com eles. Ademais, a solista entrega letras adoráveis e uma ótima produção. — Davi Bittencourt

Ouça o disco aqui.


SERIES ‘O’ [ROUND 2: HOLE]

23

Batidas eletrizantes e a presença singular de refrões que contagiam do início ao fim, são duas das principais características presentes em SERIES ‘O’ [ROUND 2: HOLE], um mini-álbum que apesar de ser curto, acaba rendendo ótimos destaques, como “Heart Attack”, uma das melhores b-sides do ano. — Matheus José

Ouça o disco aqui.


STEREOTYPE

22

StayC já apresenta em seu primeiro mini-álbum, algo de grande qualidade, mostrando que o grupo tem um grande potencial e é bastante promissor. “STEREOTYPE” não conta com um refrão tão cativante igual às outras faixas principais do grupo, todavia, ela ainda consegue ser uma das melhores faixa-títulos de 2021, contendo uma produção muito bem feita. Já as b-sides não se destacam tanto como “STEREOTYPE”, mas ainda tem seu brilho. “COMPLEX”, por exemplo, é uma bela balada que mostra o belo vocal das integrantes, já “SLOW DOWN” é um pouco básica, mas ainda bem divertida. — Davi Bittencourt

Ouça o disco aqui.


The Chaos Chapter: FREEZE

21

Com apenas 26 minutos, o segundo álbum completo do TOMORROW X TOGETHER é uma completa sinfonia desajustada. Do pop-punk ao EDM, todas as influências e referências musicais aqui parecem funcionar, mesmo que de maneira desconhecida. Faixas como “Anti-Romantic”, que se tornou rapidamente um viral no TikTok, e “0X1=LOVESONG (I Know I Love You)”, com envolvimento de RM do BTS na composição, se mostram as mais interessantes e, consequentemente, as mais marcantes desse que tem tudo para ficar marcado como um dos melhores projetos da quarta geração em 2021. — Matheus José

Ouça o disco aqui.