SOUNDX

Masterpiece

2023 •

JYP

8.0
O EP aborda a sensualidade em sua sonoridade de uma forma, além de cativante, que nunca TWICE havia feito anteriormente, abrindo espaço para que elas explorem sons distantes da personalidade artística do grupo principal.
WhatsApp Image 2023-08-07 at 13.24.06

Masterpiece

2023 •

JYP

8.0
O EP aborda a sensualidade em sua sonoridade de uma forma, além de cativante, que nunca TWICE havia feito anteriormente, abrindo espaço para que elas explorem sons distantes da personalidade artística do grupo principal.
07/08/2023

Para os estrangeiros dentro do k-pop, sempre foi mais difícil alcançar maior espaço e notoriedade nessa indústria, mas, curiosamente, com TWICE, ocorreu algo diferente do comum. Além do girlgroup ser o primeiro a incluir uma line japonesa — em contraste à maioria dos grupos que estreiam apenas um integrante do país —, as três artistas que compõem essa parcela nascida na terra do sol nascente são algumas das idols mais relevantes na música pop coreana vindas do Japão. Momo, por exemplo, sempre foi reconhecida como uma das dançarinas mais habilidosas do mercado de entretenimento da Coreia do Sul, enquanto que Sana se destaca no TWICE por sua personalidade e visuais se encaixarem de maneira incomparável a nenhuma outra membra no conceito fofo que elas exploravam. Ficou conhecida entre os fãs e as próprias cantoras essa parte do projeto musical formada por Mina, Sana e Momo, por muito tempo, pelas iniciais de cada uma, ficando assim MISAMO.

Pelo quão era popular essa line do girlgroup da JYP, além do grande êxito conquistado por TWICE no Japão, era muito esperado pelos fãs o momento em que iria ser lançado MISAMO como uma unit. Agora, finalmente, têm-se o primeiro trabalho das japonesas fora das atividades do grupo principal e, nele, além de ser feita uma ótima exploração dos talentos das artistas, entregam um som sensual e sofisticado que não apenas é estonteante mas mostra inovação na obra delas, soando bastante diferente do já feito anteriormente junto às seis outras integrantes.

Na introdução do projeto, “Do Not Touch”, a sensualidade cativante já se mostra fortemente. Indo além da exploração disso apenas por meio dos visuais no MV, a faixa apresenta essa característica em sua produção e, também, com suas performances de maneira muito sedutora. Para além disso, a energia intensa envolvente dada pelos sintetizadores e batidas de trap fortes no refrão torna-a um destaque ainda maior. Em seguida, vem um dos momentos em que mais é fascinante o caráter sofisticado entregue no registro. “Behind The Curtain” é um jazz com grande sofisticação fenomenal proporcionada, especialmente, pela sua instrumentação, com a maneira em que se utiliza os pianos e instrumentos de sopro. Fora isso, os vocais delas surpreendentemente combinam muito bem com o gênero, intensificando ainda mais o quão encantadora a faixa soa. 

Na sequência, “Funny Valentine”, “It’s Not Easy For You” e “Rewind You” é onde mais se evidencia a exploração das habilidades das integrantes, com cada uma dessas sendo composta por uma das três membros. A primeira, com créditos de Momo na composição, é uma faixa que mescla trap com uma instrumentação inspirada na música clássica de forma deslumbrante, na qual, ela fala sobre ter um romance divertido com alguém. Penso que, além da canção sonoramente parecer adequar-se muito bem à personalidade artística da rapper do grupo, principalmente, por unir o hip-hop — que combina com a sua posição dentro de MISAMO — à atmosfera carregada de sutileza presente no registro, ao escrevê-la, a artista fez um ótimo trabalho emao trazer uma certa sensualidade cativante no lirismo: “Don’t likе sunrise / Don’t look at the clock / Let’s enjoy this”. Já em “It’s Not Easy For You”, há participação de Mina na lírica. Nela, é abordado o tema da obsessão em um pop rock com aura sombria intrigante. Além de ser fascinante a exploração de uma temática tão singular no cenário do pop coreano — o fanatismo obsessivo que alguns ouvintes de k-pop acabam conquistando —, essa se destaca por como a vocalista principal da unit a compôs de maneira a se encaixar excelentemente à energia trevosa da parte sonora. Por último, “Rewind You”é um R&B atraente em que Sana expõe a falta que sente por alguém encantadoramente. “I’m buried in the smoky haze / I can’t see anything in front of me / When I remember, I start to miss you / Even now, doing this, I want you again”, canta ela em um dos momentos mais belos liricamente da música.

O mini-álbum finaliza com “Bouquet” que, apesar de adorável, foge muito do apresentado no restante do projeto. Após uma sequência de canções R&B sensuais e sofisticadas, o final de Masterpiece é marcado por uma fofa balada que remete ao trabalho de GFRIEND e APINK no conceito white aegyo, apresentando assim uma energia bastante destoante que causa em uma certa quebra de ritmo. Esse é o único ponto em que o disco erra, pois, no geral, o EP aborda a sensualidade de uma forma, além de cativante, que nunca TWICE havia feito anteriormente, abrindo espaço para que elas explorem sons distantes da personalidade artística do grupo principal. Por mais que consista em uma unit das intérpretes de “TT”, a estréia de MISAMO vai além das barreiras sonoras do girlgroup.

Esse e qualquer outro texto publicado em nosso site tem os direitos autorais reservados. 

FIQUE ATUALIZADO COM NOSSAS PUBLICAções

Assine nossa newsletter e receba nossas novas publicações em seu e-mail.

MAIS DE

plugins premium WordPress