LADY LESTE
2022 • POP • SB Music
POR MATHEUS JOSÉ; 11 de FEVEREIRO DE 2022
6.0

Uma das coisas que tornam a música pop brasileira interessante é a sua diversidade. Embora o cenário atual seja marcado pela presença massiva do sertanejo nas rádios e no topo das paradas, ainda assim podemos ver alguns artistas “diferenciados” ganharem destaque. Um desses nomes, obviamente, é o de Gloria Groove, uma das drag queens mais conhecidas no mundo. Depois de estourar no carnaval com o hit “Bumbum de Ouro”, de 2018, Gloria não parou mais, e, desde então, vem conquistando mais espaço, na mesma medida que seu público cresce a cada lançamento. Coisa que podemos notar muito bem em LADY LESTE.

Apostando na versatilidade, Gloria conta com a ajuda de diversos nomes convidados para dar vida a faixas das quais vão desde o funk até o pagode. Como é de costume em álbuns que seguem esse padrão de playlist — ritmos misturados contrastando em diferentes canções —, LADY LESTE pode facilmente ser dividido em partes que deram ou não deram certo. Nesse sentido, os momentos preenchidos pela batida do funk ou pelo pop ascendente são de longe os melhores. Destacando “SFM”, parceria com o MC Hariel, que além de soar justa e adequada com relação à abordagem de todo álbum, ainda consegue surpreender pela unidade harmônica formada entre os dois artistas. Permanecendo na fila dos acertos, “BONEKINHA”, “FOGO NO BARRACO” e “JOGO PERIGOSO”, acabam rendendo alguns dos versos mais interessantes de Gloria e de seus convidados, como é caso de Tasha & Tracie com suas rimas pontuais em “PISANDO FOFO”.

Além das novidades, é impossível não falar do efeito positivo que “LEILÃO” e “A QUEDA” conseguem provocar no álbum. Como todos sabem, apesar de ter um ótimo vocal, Gloria também se aventura em rimas, o que, de certa forma, demonstra uma habilidade dela em assegurar o seu flow. E são justamente nessas duas faixas nas quais ela resolve explorar o talento ímpar de compor e cantar versos rápidos, elemento esse que contribuiu muito para o sucesso dessas músicas, principalmente o de “A QUEDA”, um dos maiores hits de 2021.

Contudo, mesmo vendido como um exemplo da sua versatilidade, LADY LESTE oferece algumas poucas variações, de que modo é caso das faixas “TUA INDECISÃO”, em parceria com o grupo de pagode Sorriso Maroto; “APENAS UM NENÉM”, dueto com a Marina Sena, a maior revelação de 2021; e por fim, “SOBREVIVI”, faixa que encerra o álbum da pior maneira de todas: com a presença de Priscilla Alcântara e guitarras que destoam negativamente do restante das outras canções. Além de quebrar o ritmo em muitos momentos, essas músicas não funcionam de forma alguma, e mesmo que a explicação seja o formato playlist com ritmos e abordagens diferentes uma das outras, infelizmente, o fator que contribui para o peso ineficaz dessas participações é a ausência de um ponto marcante na produção e a composição. Isto é, apesar de trazer um gênero musical diferente, isso acontece de forma muito superficial.

Cantando e exaltando as suas raízes na zona leste de São Paulo, Gloria Groove parte de uma ideia bastante interessante na formação do seu segundo álbum de estúdio, entretanto, são poucas às vezes que vemos algo verdadeiramente florescer da criatividade da artista. No final das contas, LADY LESTE possui tudo para ser um grande destaque na música pop brasileira, e isso, é o que importa.