SOUNDX

The Lead

2022 •

Island Records

8.2
O EP de estreia do trio britânico não surpreende, mas é excelente no que se propõe a ser.
522328-the-lead

The Lead

2022 •

Island Records

8.2
O EP de estreia do trio britânico não surpreende, mas é excelente no que se propõe a ser.
04/11/2022

De tempos em tempos, um girlgroup surge na indústria e é rapidamente ovacionado por milhões de fãs. Alguns mais inspirados, outros nem tanto, mas sempre dentro de uma narrativa cíclica, que, geralmente, chega ao fim após a saída de uma integrante e, logo em seguida, um hiato indeterminado. Nos últimos anos, após grupos como Little Mix e Fifth Harmony deixarem os holofotes, urgia-se, em parte do público, a carência em acompanhar novamente algo do gênero. E, nessa onda de nostalgia, surgiu o FLO, com a melhor das intenções e no momento mais propício possível. 

Em um contexto onde o revival dos anos 2000 vem impactando a moda, os costumes e, também, a indústria fonográfica, um pop-R&B chiclete girlboss e envolvente intitulado “Cardboard Box” chamou a atenção de muita gente no Twitter, bem no começo do ano, não por ditar tendências, mas por ser capaz de desbloquear memórias e, ainda assim, soar novo e atemporal. É impossível falar de FLO sem se lembrar de TLC ou de Destiny’s Child. No entanto, as jovens Jorja, Renée e Stella possuem um brilho completamente único, de modo que seria injusto colocá-las no lugar de “sem identidade”, ou acusá-las de estarem unicamente surfando em uma onda de nostalgia. 

É a partir dessa personalidade doce — porém forte e com presença — que acontece a união de três meninas não-brancas e surge o The Lead, a deliciosa estreia do girlgroup, cumprindo perfeitamente seu papel de apresentá-las ao mundo. Isso porque o projeto funciona tal qual um cartão de visitas, e dos mais charmosos. Há aqui diversos elementos capazes de cativar o ouvinte de maneira imediata, com músicas que crescem a cada ouvida e são coesas o suficiente para funcionarem tanto em conjunto, quanto se consumidas individualmente. Nem mesmo a inclusão tardia da excelente “Not My Job” na trilha de faixas comprometeu a coerência do EP. 

Em geral, as letras passeiam por de término de relacionamento e amor-próprio, sendo “Immature” e “Summertime” possivelmente as melhores faixas do EP. Até então, nada diferente de outros grupos que inspiraram o FLO, que usa e abusa dessa fórmula um tanto quanto batida. Ainda assim, o trio impressiona pela confiança e pela consistência, parecendo artistas experientes e consagradas em todos os momentos. A maturidade presente no registro é capaz não apenas de gerar ansiedade para um futuro primeiro álbum de estúdio, como também para a evolução do grupo, com todas as nuances que surgirão à medida que novas músicas sejam lançadas. 

Por fim, seria um equívoco dizer que The Lead é, de alguma forma, surpreendente. Muito pelo contrário, ele entrega exatamente o que se espera dele. E ser tão competente naquilo que se propõe a ser é justamente a principal qualidade do EP, que envolve do início ao fim com um R&B divertido, solar e despretensioso.

Esse e qualquer outro texto publicado em nosso site tem os direitos autorais reservados. 

FIQUE ATUALIZADO COM NOSSAS PUBLICAções

Assine nossa newsletter e receba nossas novas publicações em seu e-mail.

MAIS DE

plugins premium WordPress