SOUNDX

Maybe

2024 •

Dawson Fuss

6.8
Em “Maybe”, Dawson Fuss faz paródia de si mesmo.
imagem_2024-02-29_180802616

Maybe

2024 •

Dawson Fuss

6.8
Em “Maybe”, Dawson Fuss faz paródia de si mesmo.
29/02/2024

Desde 2021, o jovem cantor e compositor independente Dawson Fuss vem explorando e descobrindo o mundo da música cada vez mais. Seu primeiro projeto, o álbum edge of adolescence, traz à tona as experiências adolescentes de Dawson, um garoto de 18 anos que havia terminado o ensino médio pouco tempo antes do lançamento de seu primeiro single. Mesmo sem prática alguma, o cantor consegue montar um álbum surpreendentemente agradável. Era esperado que, em seu segundo projeto, o EP Maybe, Dawson desse outro passo em direção à indústria musical, mas o resultado não passa de um tropeço embaraçoso.

Quatro das cinco músicas presentes no EP já haviam sido lançadas previamente, desde outubro de 2023, tornando a última faixa, “Maybe”, a única inédita de todo o projeto. É impossível não perceber a mudança na produção das faixas e, realmente, ao checar os créditos da maior parte das músicas do EP, Yron (responsável pela produção de todo o álbum de estreia de Dawson, assim como pela maioria de seus singles) não estará presente. A busca por novos sons é sempre admirável, mas, nesse caso, foi um erro perceptível. Procurar novas pessoas para auxiliar em seu trabalho é um campo minado de decisões. Dawson pisou em cheio na bomba. Por outro lado, “Oblivious” é, indiscutivelmente, a melhor música de todo projeto e foi totalmente produzida e co-escrita por Yron. 

Liricamente, o projeto não se difere muito de músicas anteriores, na verdade, as letras de “Maybe” são apenas versões escrachadas, hiperbólicas e, de certa forma, cômicas de qualquer outra lírica já lançada por Dawson. Os temas se repetem, assim como as melodias, como se fossem apenas cópias desleixadas de seus trabalhos anteriores. É claro que, em determinados estágios da vida, um ou dois temas estarão mais presentes do que  outros, entretanto, isso não significa que estes são os únicos que merecem atenção na hora de compor uma música. Entendemos que você está crescendo e amadurecendo, mas é impossível que mais nada esteja acontecendo em sua vida.

As inspirações de Dawson ainda são muito visíveis em suas músicas, o que não é um problema, mas, de vez em quando, é notável uma falta de identidade artística. Não é preciso reinventar a roda, mas estilizá-la não faria mal algum. Como citado anteriormente, “Oblivious” marca o apogeu do EP, não unicamente por sua produção e por suas letras que se destacam em meio às das outras músicas, mas também porque é durante essa faixa que, pela primeira vez em muito tempo, Dawson mostra quem ele realmente é.  

Esse e qualquer outro texto publicado em nosso site tem os direitos autorais reservados. 

FIQUE ATUALIZADO COM NOSSAS PUBLICAções

Assine nossa newsletter e receba nossas novas publicações em seu e-mail.

MAIS DE

plugins premium WordPress