SOUNDX

"Pharmacist & Easy On Your Own?"

2022 •

Polyvinyl

Depois de 5 anos de inatividade, Alvvays lançam duas revitalizantes novas faixas.
PRC-465_web_0ed8da3a-5324-486b-a0c9-4219f754e024_1024x-2182838990

"Pharmacist & Easy On Your Own?"

2022 •

Polyvinyl

Depois de 5 anos de inatividade, Alvvays lançam duas revitalizantes novas faixas.
22/09/2022

Depois de se estabelecer no topo da cena alternativa canadense com dois dos álbuns de indie pop mais celebrados dos últimos anos, a banda Alvvays entrou em um longo e repentino hiato, que viria a durar 5 anos. Sem explicação, e sem prévia de retorno, os fãs da banda ficaram angustiados. Teria a banda terminado? Ou seria isso apenas uma pausa? Eles desistiram da música? Ou estaria o próximo álbum por vir? Com cada ano que passava, as chances da banda retornar pareciam menores, e menores. Mas, foi recentemente que, para o alívio dos fãs, Alvvays sanou essas preocupações com a estreia de seus dois novos singles: Easy on your own? E Pharmacist.

O meu maior medo antes de escutar essas novas músicas era que, depois de meia década em hiato, o som da banda não teria progredido, e o seu antecipadíssimo terceiro álbum, Blue Rev, seria apenas uma repetição da fórmula garantida dos seus posteriores lançamentos. Felizmente, ambos os singles apresentam uma clara evolução do estilo Dream Pop do grupo. Movendo em uma direção mais pesada, claramente influenciada pelo álbum monumental do My Bloody Valentine, Loveless, as canções Pharmacist e Easy on Your Own alcançam a sonoridade Shoegaze que os álbuns prévios do Alvvays apenas sugeriam, as guitarras em seus  últimos álbuns, Antisocialites e o homônimo Alvvays, serviam a função de imergir o ouvinte na atmosfera da música, facilitando a estrutura pop das canções, sendo necessariamente subordinadas aos vocais, que cantam os memoráveis refrães e melodias características da banda, foco central de todas as suas composições; mas já nesses dois últimos singles, as guitarras tomam significante mais protagonismo, repletas de distorção e reverb, em partes, até mesmo ofuscam os vocais da Moridan.


Outra notável mudança feita pela banda nesses singles é o polimento do som do grupo, tanto no que se refere a performance musical: a técnica da banda está mais complexa e refinada, quanto à produção e qualidade da gravação. Uma das características do grupo mais marcantes sempre foi a sua ênfase na sonoridade lo-fi e estética DIY, e esse aspecto do grupo ainda está presente nas suas novas canções, mas bem menos do que é típico da banda. Alvvays finalmente soam profissionais, e não como uma banda de garagem, o que não é necessariamente ruim, nem bom, apenas resta esperar se eles (e os fãs) vão conseguir se adaptar a esse novo nível de sofisticação.

Entretanto, apesar da nova sonoridade, a essência da banda não mudou muito: Indie Pop chiclete, atmosférico, animado, porém ao mesmo tempo levemente melancólico. Com estes novos singles, Alvvays mostram ter progredido muito, e estão mais afiados do que nunca, parece que Blue Rev não desapontará.

Esse e qualquer outro texto publicado em nosso site tem os direitos autorais reservados. 

FIQUE ATUALIZADO COM NOSSAS PUBLICAções

Assine nossa newsletter e receba nossas novas publicações em seu e-mail.

MAIS DE

plugins premium WordPress