“Easy On Me”
2021 • POP/SOUL • COLUMBIA
POR GERSON MONTEIRO; 17 de OUTUBRO de 2021

Avaliação: 3.5 de 5.

“Easy on Me” é o primeiro single do antecipado quarto álbum de estúdio de Adele, intitulado 30. A cantora tem estabelecido uma carreira notável durante a última década, com vários sucessos de qualidade como “Someone Like You”, “Rolling in the Deep” e “Hello”. Todas estas músicas têm um fator em comum, e este é serem baladas emocionais que captam a atenção do público em geral. Por um lado, a artista não inova muito o seu estilo, mantendo-se na sua zona de conforto, mas, ao mesmo tempo, traz o que as pessoas esperam e querem dela.

A produção consiste simplesmente em um piano e algumas baterias suaves, para criar tensão nos momentos mais climáticos da canção. Nesta secção, a cantora não demonstra muita evolução, mas é nos vocais e nas letras que a artista consegue dar a volta por cima. “Easy On Me” é uma dedicatória para o seu filho, Angelo Adkins, pedindo perdão para ele por ter se divorciado do seu pai, Simon Konecki. Na canção, a vocalista aborda como ela ainda era uma “criança” quando decidiu ficar com ele e que ainda não tinha explorado o mundo à volta dela, dada a sua rápida subida para a fama. A voz da cantora, ao longo da canção, traduz todo o seu sofrimento, mostrando vulnerabilidade, honestidade e, ao mesmo tempo, relembrando para si mesma que não é culpada pela situação.

No final de tudo, “Easy On Me” é uma escolha ótima para Adele introduzir o seu novo álbum e contar aos seus fãs tudo o que se passou consigo nos últimos anos. Apesar da instrumentação não ser tão ambiciosa quanto podia, o sentimento que a cantora traz é único, o que faz com que o público se apaixone perdidamente pela Adele. Só esperemos que uma história e vocais belos não sejam as únicas coisas que a artista tem para entregar no seu esperado projeto 30.