5 Melhores Clipes de Julho de 2021

POR MATHEUS JOSÉ; 7 de AGOSTO de 2021

Julho foi um mês repleto de lançamentos, incluindo alguns dos mais aguardados do ano, com Normani e D.O. tomando a dianteira, além de  Lil Nas X e ENHYPEN dando seguimento ao que já haviam iniciado anteriormente e, que mais uma vez, resolveram surpreender. Enquanto isso, Giovani Cidreira — agora, GIO — também teve seu espaço de destaque lançando o álbum visual que marca o início de sua nova e era como um artista renovado.

Dito isso, aqui estão listados os melhores videoclipes e projetos visuais do mês de julho.


“Rose MV”
05

Manter a calma enquanto o mundo desaba em sua volta é a principal sensação que D.O. (Kyungsoo) transmite em seu clipe de estreia. Misturando animação com realidade, o projeto, realizado com vários efeitos práticos sobrepostos com filtros delicados, é um páreo perfeito que concentra polidez e doçura na mensagem tão bem explorada pelo artista, que consegue entregar uma ótima performance diante da proposta seguida por ele. — Matheus José


“Given — Taken [Japanese Ver.]”
04

Um dos principais destaques do K-pop em 2021, o grupo ENHYPEN realizou um dos melhores comebacks do ano com o disco BORDER : CARNIVAL, comandado com o clipe de “Drunk-Dazed”, onde eles capturaram toda energia da música — mesmo que a produção deixe a desejar —, algo que não se repetiu em “Given-Taken [Japanese Ver.]”, um intenso e fervoroso clipe que esbanja o melhor do grupo em sua versão japonesa. — Matheus José

Direção: Seong Wonmo


“INDUSTRY BABY”
03

Que em 2021 Lil Nas X vêm conquistando ótimos destaques e um avanço significativo em sua carreira todos já sabem, prova disso foi o lançamento de “MONTERO (Call Me By Your Name)” — um clipe recheado de referências e que causou diversas reações por conta de sua proposta tentadora e, muitas vezes, polêmica. E é justamente seguindo nessa linha que “INDUSTRY BABY” se desenvolve como um clipe chamativo e com um impacto que pouco vemos ultimamente. Lil Nas X ao lado de Jack Harlow exploram de maneira alternativa, a realidade de uma prisão onde ambos conquistam espaço, algo que acontece entre quadros com dançarinos nus ao lado de Lil e Harlow fritando na cadeira elétrica. — Matheus José

Direção: Christian Breslauer


“Wild Side”
02

Após referenciar grandes clássicos em “Motivation”, de 2019, Normani desde então vêm acumulando expectativas do público como nenhum artista do seu nível ultimamente; algo que ela soube lidar muito bem desde o início até aqui, com o lançamento de “Wild Side,” uma das melhores músicas do ano e, consequentemente, um dos melhores clipes também. Da ótima direção, passando pela fotografia e uma montagem excelente, Normani ainda ganha destaque ao executar perfeitamente a coreografia da música, formando ao todo um pacote completo e ideal para uma cantora como ela, onde a cada lançamento parece subir de nível como artista. — Matheus José

Direção: Tanu Muino


“Nebulosa Baby (Álbum Visual)”
01

Com 5 músicas do mais recente projeto do artista, o álbum visual de 13 minutos disponibilizado no YouTube é uma completa imersão às raízes exploradas por GIO (Giovani Cidreira) numa obra que materializa perfeitamente toda proposta do disco Nebulosa Baby. Trazendo o afrofuturismo — movimento que ao longo da década de 2010 ganhou forma graças a artistas como Janelle Monáe — para uma realidade brasileira, GIO passeia por uma fotografia P&B lindamente encaixada em paisagens naturais do interior da Bahia, peça essencial ao longo da experiência visual proposta por ele e sua equipe, onde Ava Rocha se faz presente no desenvolvimento do roteiro e Edvaldo Raw na direção. — Matheus José

Direção: GIO e Edvaldo Raw